O Cinema na Feira do Livro: Cinema e Felicidade: Palavras para quê?

Os filmes apresentados este ano para a programação de Cinema da Feira do Livro do Porto pretendem de uma forma ou de outra abordar o tema da Felicidade e da Palavra. Tenta-se, nos sete filmes escolhidos pelo Cineclube do Porto e pelo Pelouro da Cultura para este ciclo, abordar de forma mais ou menos convencional a temática “Cinema e Felicidade: Palavras para quê?”

 Se com alguns filmes sugeridos parece óbvio o facto de serem inseridos no tema, outros temos que procurar mais na sua essência o porquê da sua escolha.

A procura da Felicidade, busca eterna do ser humano como objetivo final, manifesta-se das mais variadas formas e das mais tortuosas maneiras. Pode ser na obsessão como veremos no “Morte em Veneza” de Visconti, na fé absoluta em “ A Palavra” de Dreyer, nas pequenas conquistas quotidianos como na comédia “Felicidade”, na ficção cientifica como metáfora para a fuga da alienação da sociedade em "Alphaville" de Jean-Luc Godard, ou numa abordagem mais filosófica como veremos por exemplo no documentário animado “ É Feliz o Homem que é Alto” de Michel Gondry. Ou até na irreverencia e radicalismo propostos pelo "Branca de Neve" de João César Monteiro.

Através de documentários, ficções e animações tenta-se explorar, pensar e discutir temas tão complexos como estes. Todos os filmes serão apresentados por personalidades das mais variadas áreas que, com a sua abordagem, nos farão pensar o filme de maneira distinta. Pretende-se com este ciclo de filmes refletir, sentir, questionar e criar dúvida; talvez mais do que gerar certezas.

Cineclube do Porto