AS CINZAS DE PASOLINI

Há muito que tínhamos o desejo de envolver a cidade do Porto e a sua população nas propostas do Cinecoa. Finalmente vemos concretizado esse desejo nesta 4ª edição, com um conjunto de iniciativas centradas na figura de Pier Paolo Pasolini (As Cinzas de Pasolini) a acontecer no Teatro Municipal Rivoli e na Galeria Municipal Almeida Garrett.

Filmes, exposições, debates, com a presença de algumas personalidades nacionais e estrangeiras, constituem o núcleo forte da programação do festival deste ano. Um vasto leque de filmes – de longas metragens a documentários, incluindo entrevistas e vídeos de rodagem com Pasolini, alguns deles inéditos em Portugal – faz parte integrante do ciclo programado pelo Cinecoa.

Pier Paolo Pasolini é e sempre foi muito mais do que um cineasta: verdadeiro intelectual, era alguém que refletia sobre aquilo que o cercava. E como também era um verdadeiro artista, tinha uma imaginação e uma liberdade de pensamento com as quais a maioria dos cineastas só pode sonhar. Trinta e nove anos depois da sua morte a sua figura e as suas ideias permanecem surpreendentemente atuais. Ver os seus filmes e ler os seus textos dos anos 60 e 70 ajudam-nos certamente a melhor perceber o mundo em que vivemos, aqui e agora.

Coincidindo com o arranque da nova temporada do Rivoli e com a Feira do Livro do Porto, Pasolini vai estar entre nós através da sua obra e do seu legado incomensurável para nos mostrar que o mundo nunca foi um lugar perfeito.

É intenção do Cinecoa dar continuidade a esta parceria com o Pelouro da Cultura da Câmara Municipal do Porto, abrindo caminhos e possibilidades para eventos com grande repercussão internacional na cidade. 

A Direção do Cinecoa