MULTIPLEX 2019

Numa iniciativa do curso de Comunicação Audiovisual e Multimédia (CAM) da Universidade Lusófona do Porto, Bette Gordon, cineasta norte-americana e professora na Columbia University, em Nova Iorque, é a convidada da décima edição de Multiplex.  Autora associada ao cinema independente de Nova Iorque e ao movimento underground de início dos anos 80, o seu filme de estreia “Variety” (1983) explora as relações entre as mulheres, a pornografia e o voyeurismo – incluindo, entre os atores, amigos como Nan Goldin – e foi unanimemente aclamado pela crítica. Com uma obra marcada pela estética táctil dos valores plásticos saturados, toda a filmografia trata de um olhar feminino e feminista sobre as questões da sexualidade, da heteronormatividade, da violência e do poder. Alguns dos seus filmes integram as coleções permanentes de museus como o Museum of Modern Art (MoMA) e o Whitney Museum of American Art. A Austin Film Society dedicou-lhe uma retrospetiva em 2018. Depois de Agnès Varda, Victor Erice, Manoel de Oliveira, José Luis Guerín, Pedro Costa, Boris Lehman e Renato Berta entre os convidados das edições anteriores, a cineasta Bette Gordon profere uma masterclasse no dia 21 de março às 10h00 na Universidade Lusófona do Porto e acompanha um ciclo retrospetivo da sua obra organizado numa parceria com o Teatro Municipal do Porto até 23 de março, com duas sessões diárias. Todo o programa tem entrada livre.

Universidade Lusófona do Porto