Visita ou Memórias e Confissões Manoel de Oliveira

Portugal, 1982, DOC., 68’, M/12

Imagem: Paulo Pimenta/ Público

Estreia mundial do filme inédito de Manoel de Oliveira rodado em 1982 para ser mostrado publicamente só depois da morte do cineasta.

A exibição tem entrada livre limitada aos lugares existentes no grande auditório do TM Rivoli e está a cargo da autarquia na sequência de uma cedência da Cinemateca Portuguesa. "Visita ou memórias e confissões" permaneceu inédito durante mais de trinta anos nos cofres da Cinemateca. O filme tem um caráter pessoal, diálogos de Agustina Bessa-Luís e participam, para além do próprio Manoel de Oliveira, alguns elementos da família do realizador e atores qua habitualmente filmam com o cineasta.