O Bruto Luís Buñuel

México, 1953, FIC., 81', M/12

Versão Original : espanhol

Legendagem: português

Um proprietário quer expulsar os moradores de um bairro pobre. Organiza-se uma revolta, liderada por Don Carmelo. Para suster a rebelião, contrária aos seus projectos, o proprietário contrata Pedro, dito “O Bruto”, um funcionário do matadouro. O “Bruto” acaba por matar, acidentalmente, Don Carmelo. Procurado pela polícia, o “Bruto” é abrigado pelo proprietário. A mulher deste, Paloma, passa a ser visita frequente da cama do “Bruto”. Mais uma vez em fuga depois de ser reconhecido pelos moradores, o “Bruto” esconde-se em casa de Meche, a filha de Carmelo, por quem se apaixona. Vexada, Paloma diz a Meche que o “Bruto” é o assassino do seu pai, e conta ao marido que o “Bruto” tentou abusar dela. No confronto que se segue, o “Bruto” mata o proprietário, antes de ser morto pela polícia, conduzida por Paloma.

Ciclo 25 X Buñuel: “Um Buñuel sobretudo mexicano”